Fotos

Preço Sob Consulta

Moradia no Centro de Vila do Conde para restauro

Moradia 6 Quartos

6 Quartos 2 Casas de banho 148 m2 de área

Vila do Conde

Referência: C0436-00403

Certificado energético:

Moradia com fachada em pedra na qual pode ser aproveitada, dando-lhe um estilo rústico.
O seu interior está para restauro, mas merece um particular destaque a predominância da pedra no interior da habitação.
Pode juntar aqui o estilo perfeito entre o moderno e o antigo.
Possui quintal. Localizada junto á Igreja Matriz e Camara Municipal de Vila do Conde. Zona residencial e de comércios.
Vila do Conde é uma cidade portuguesa do distrito do Porto com 28 636 habitantes no seu perímetro urbano (2011).
É sede do município de Vila do Conde que tem 149,03 km² de área (2013) e 79 533 habitantes (2011), subdividido em 21 freguesias. O município é limitado a norte pelo município da Póvoa de Varzim, a leste por Vila Nova de Famalicão e Trofa, a sul pela Maia e por Matosinhos e a oeste tem litoral no oceano Atlântico.
Localizada na margem Norte da foz do rio Ave, Vila do Conde é um importante centro industrial, porto de pesca e zona balnear e turística, configurando um dos principais e mais procurados centros balneares do país. A cidade faz parte do mesmo aglomerado urbano que a Póvoa de Varzim, formando no conjunto uma aglomeração urbana de 100 000 habitantes, a sétima maior em Portugal e a terceira do Norte. É um dos pólos urbanos do Norte de Portugal e centralidade dos concelhos vizinhos.
A povoação de Vila do Conde é muito antiga, anterior à fundação de Portugal, e o seu topónimo não sofreu alterações, era já Vila do Conde. A primeira referência a Vila do Conde é do ano de 953 no livro da condessa Mumadona Dias onde é referida como Villa de Comite.
D. Sancho I apaixonou-se por D. Maria Pais levando a que a vila passe a estar na posse desta. A sua tetraneta, D. Teresa Martins e o seu esposo Afonso Sanches, filho ilegítimo de D. Dinis, fundam o Real Mosteiro de Santa Clara, em 1318.
D. Manuel I concedeu-lhe foral em 1516 e a população da vila participa activamente nos descobrimentos portugueses, entre eles Paulo e Francisco Faria na viagem de Vasco da Gama à Índia. A Praça Nova, hoje Praça Vasco da Gama, foi aberta em 1538, no reinado de D. João III, onde foram edificados novo edifício para os Paços do Concelho. No século XIX, as Invasões Francesas causaram grandes danos à população. Em 1987 é elevada à categoria de cidade.

Detalhes
  • Preço:  Preço Sob Consulta
  • Estado: Venda
  • Área útil:  148  m2
  • Área bruta:  200 m2
  • Estado: Média
  • 6 Quartos
  • 2 Casas de banho
  • Ano de construção: 1937
  • Certificado energético: E